Lentes de contato na baixa visão
< Voltar

As lentes de contato e seus constantes avanços vem colaborado com a melhora da qualidade visual dos portadores de baixa visão. Entre as possíveis utilizações das mesmas temos: o uso na melhora, e não cura, da percepção de cores; diminuição da sensibilidade exagerada a luz, termo conhecido como fotofobia; melhora no desempenho da leitura por uma possível diminuição do movimento involuntário dos olhos; favorecer a auto estima quando afetada pela presença de lesões esbranquiçadas nos olhos, termo conhecido como leucoma; substituir óculos de longe pesados decorrentes de graus elevados; entre outras utilizações.

É totalmente viável a utilização e manuseio das lentes de contato pelos portadores de baixa visão quando devidamente adaptados e orientados pelo médico oftalmologista. A utilização de estojos contrastantes e espelho de aumento para manuseio facilitam o manuseio e os controles periódicos tornam o uso seguro.

A adaptação adequada a cada caso deve ser precedida de um completo exame oftalmológico, onde serão avaliadas as condições oculares e estabelecido a correta indicação do tipo, material e modelo das lentes de contato.

Em resumo, as lentes de contato tem se tornado uma importante ferramenta na reabilitação visual, melhorando tanto a qualidade bem como a quantidade de visão dentro das possibilidades de cada caso. Converse com seu oftalmologista sobre esta possibilidade. Ele é o profissional devidamente formado e apto para tratar da saúde ocular.


Mylene Leal Matsuhara:
-Coordenadora do departamento de Baixa Visão adulto do IOBH (Instituto de olhos de Belo Horizonte)
- Foi docente na disciplina de oftalmologia nas universidades: UNI-BH e Unifenas Campus Belo Horizonte
Membro da sociedade Brasileira de Visão Subnormal